sábado, 1 de outubro de 2016

Pão Pizza


"Depressão pós pizza" é o que cá em casa se sente depois de consumir esta maravilha a sair do forno, é que se come e depois chegam os sentimentos, "acho que comi de mais", "na próxima vez não posso comer tanto", enfim...


Ingredientes:

Massa:
2,5 dl de água
50 g de azeite
20 g de fermento fresco
1 clh. café de açúcar
1 clh. chá de sal
0,5 Kg de farinha T65

Recheio:
150 g de fiambre da perna e de paio york
150 g de queijo ralado mozzarella
1 clh. sopa de azeite
1 cebola picada
80 g de calda de tomate
oregãos q.b.
pimenta q.b.


Preparação:

Na cuba da mfp coloque todos os ingredientes para a massa, pela ordem em que se apresentam, ou seja, comece pelos líquidos e termino nos secos. Ligue a mfp no programa amassar e entretanto prepare o recheio. Numa picadora, pique o fiambre e o paio, depois junte-os aos outros ingredientes numa taça, acrescente o queijo ralado, o azeite, a cebola picada, um pouco de oregãos e tempere com um pouco de pimenta.
Depois da massa pronta, numa bancada enfarinhada estique-a até ficar com mais ou menos 2mm de espessura, depois corte rodelas com a ajuda de um cortador ou copo.
Em cada circulo de massa, coloque uma colher de chá de recheio, dobre ao meio o circulo de massa e depois volte a dobrar mas desta vez, só pressionando um dos lados (ver fotos).
Passe com um pincel com azeite, untando uma forma de tarte ou de aro amovível, depois vá colocando a massa já recheada e dobrada, em redor da forma e no final deixe levedar um pouco.
Pincele com gema de ovo a massa e leve ao forno a 190º, cerca de 30 minutos.

Dica: Podemos utilizar outro tipo de recheio, por exemplo, queijo de cabra, cebola picada, espinafres, mantemos sempre a colher de azeite e a pimenta.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Pasteis de Coco


"A vida é como cozinhar: antes de escolher o que gosta, prove um pouco de tudo."
                                                                                                       Paulo Coelho

Ingredientes:

Massa folhada q.b.
150 g de açúcar
3 gemas
3 ovos inteiros
10 g de farinha maizena
2 dl de leite de coco
50 g de coco ralado


Preparação:

Forre as formas com a massa folhada e picar o fundo com um garfo.
Numa tigela bata o açúcar, com os ovos e gemas.
Junte a maizena, o leite de coco e por fim o coco ralado.
Vaze o preparado nas forminha forradas de massa folhada e leve ao forno pré-aquecido a 200º , cerca de 25 a 30 minutos.
Depois de desenformar e frios, polvilha-se com açúcar em pó, no meu caso não polvilhei por cá em casa não apreciamos muito açúcar em pó.


sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Papas de Carolo


O Carolo, é milho triturado finamente, mas mais grosseiramente que a farinha de milho, nos supermercados encontramos muitas vezes à venda com a denominação de sêmola de milho.
As papas de carolo são típicas da Beira Baixa e Alta da região interior de Portugal, e parecem-se muito com o tradicional arroz doce.

Ingredientes:

casca de uma laranja
meia colh. sopa azeite
2,5 l de água
1 clh. café de sal
250 g Carolo de milho
150 g de arroz carolino
1 colh. sopa de farinha
1 l de leite
600 g açúcar


Preparação:

Num tacho coloque a água, a casca de toda a laranja, o sal,  o azeite e deixe ferver.
À água a ferver junte o carolo de milho e o arroz, e vai mexendo sempre até o arroz estar cozido.
Adiciona depois o leite fervido e quente aos poucos, bem como a farinha diluída previamente num pouco de leite, continua sempre a mexer.
É muito importante que nunca deixe de mexer com a colher de pau, porque senão as papas podem agarrar ao fundo do tacho e queimar.
Por último e quando tudo estiver cosido, adiciona-se o açúcar e mexe-se mais uma vez, retirando depois do lume.
Retire a casca da laranja e empra-te, salpicando com canela por cima.

Obsª
O liquído parece muito (3 litros e meio no total), para a quantidade de arroz e de carolo, mas é mesmo assim.
Estas papas redem muito, deu dois tabuleiros.



sábado, 10 de setembro de 2016

Gelado de Banana e só Banana



Este é um gelado totalmente vegetariano, apenas leva banana e somente banana, só precisamos de uma trituradora ou de um liquidificador para o preparar, e tem a vantagem de termos as bananas congeladas e em qualquer altura que nos apetece um gelado, retiramos do congelador, trituramos e em um minuto temos um gelado para nos deliciarmos.


Ingredientes:

Bananas muito maduras, com a casca já cheia de manchas pretas


Preparação:

Descascar as bananas e cortar em rodelas, colocá-las numa taça, separando cada camada com plástico ou celofane, tapar e levar ao congelador.
No dia que quiser preparar o gelado, retira as bananas e coloca na trituradora até criar um creme suave.
Agora é só servir!!


quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Torta de Café


Esta torta só é feita cá em casa quando a filhota não está, porque ela não aprecia nada café, nem mesmo o aroma, ao contrário dos progenitores que deliciam-se com uma boa xícara de café.


Ingredientes:

Massa
5 ovos
200 g de açúcar
3 colh. sopa de café em pó
2 clh. sopa de leite
180 g de farinha
1 clh. chá de fermento em pó


Creme
2 clh. sopa de preparado Cappuccino
2 dl de natas
2 dl de leite
3 clh. sopa de açúcar
3 clh.sopa de maizena


Preparação:

Numa tigela bata o açúcar com as gemas até formar um creme esbranquiçado, junte o café e bata novamente muito bem.
Junte o leite e depois a farinha, mais o fermento.
Por fim junte as claras batidas em castelo.
Vai ao forno a 180º cerca de 20 minutos, num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Entretanto prepare o creme para o interior da torta, para tal, num tacho junte todos os ingredientes do creme e mexa bem, depois leve a lume brando até o creme engrossar, retire do lume, mexa muito bem e deixe arrefecer.
Quando a torta estiver cozida, desenforme-a em cima de um pano polvilhado de açúcar e por cima barre com o creme de cappuccino e enrole a torta.


sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Debulhador Manual de Milho


Existem tradições que me seduzem completamente e quando as vejo fazer por pessoas com alguma idade, questiono-me quem irá passar as doutrinas/memórias para a próxima geração, é nessas alturas que me dá uma energia, corro a casa a buscar a máquina fotográfica e registo esses usos/hábitos para deixar documentados para a geração posterior, porque ver é muito diferente de ouvir a descrição, por isso aqui fica o debulhar doméstico de massarocas numa máquina manual de debulhar espigas de milho seco.

video


sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Pudim Flan à Medida


Existem dias que não tenho pachorra para burocracias sejam elas de que tipo forem, neste espaço são as medidas e pesos culinários, por isso hoje resolvi fazer uma sobremesa que não precisasse de usar balança, apenas usei uma simples chávena, mas também poderia ter usado qualquer outro tipo de medida, apenas tive de me preocupar em encher uma medida de ovos e outras tantas com os outros ingredientes, nada mais simples e assim fiquei com um pouco de tempo extra para fazer este post... no poupar é que está o ganho. 


Ingredientes:

1 medida ovos
1/2 medida açúcar
1+1/2 medida de leite
1 clh. chá aroma de baunilha
caramelo líquido q.b.


Preparação:

Escolha uma medida que queira utilizar na elaboração do pudim, no meu caso escolhi uma chávena de chá, depois vá enchendo-a com os ingredientes acima indicados e segundo as quantidades.
Numa tigela misture o açúcar com os ovos e bata bem, depois junte o leite e o aroma de baunilha.
Unte com caramelo os ramequins/taças que possam ir ao forno ou uma forma grande, deite o preparado dentro e leve em banho-maria ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 40 minutos.


sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Trifle de ginja


Digo-vos, esta sobremesa é fantástica, o contraste entre doce do bolo, as natas batidas não muito doces e o creme de ginja um pouco agridoce é simplesmente fabulástico, tem é de estar bem fresca.


Ingredientes:

Bolo
3 ovos
peso dos ovos em açúcar
metade peso dos ovos em farinha
1 clh. chá pó royal

Cremes
2 dl natas
1 pacote açúcar baunilhado

creme de ginjas


Preparação:


Para este trifle, aconselho a prepare o creme de ginja no dia anterior, para estar bem frio, pode ver a preparação aqui.

Prepare o bolo batendo as gemas com o açúcar muito bem até obter um creme esbranquiçado, depois junte a farinha e o fermento em pó, intercalando com as claras batidas em castelo. Leve depois ao forno a 180º, cerca mais ou menos 20 minutos ou até ver que está cozido.
Enquanto o bolo coze, basta as natas muito bem com o açúcar baunilhado e leve ao frio.
Depois do bolo frio, numa taça grande ou em várias taças mais pequenas, vá alternando camadas de bolo, natas e creme de ginja.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Feijoada de Pato


Uma pata pode pôr por ano entre 45 a 60 ovos, sendo as mesmas que chocam os ovos e criam os patinhos, se lhe forem retirados os ovos, podem mesmo pôr 100 ovos num ano. Em cada postura põem cerca de 15 a 20 ovos e depois de 30 dias de incubação, nascem os patinhos.
Os patos são também aves com uma alimentação variada, que pode passar por rações, caracóis, ervas, etc., no entanto existe menos criação de patos do que de galinhas, porque estas últimas tem muito mais carne o que as torna mais baratas,


Ingredientes:

1 kg de feijão branco
1 pato
1 cebola
2 dentes alho
1 folha de louro
2 dl azeite
2 dl vinho branco
água q.b.
3 tomates maduros
2 cenouras
2 latas de feijão branco
sal, pimenta e piripiri q.b.

Preparação:

Demolhe o feijão durante 24 horas e depois coza-o com um pouco de sal.
Corte o pato em pedaços e tempere de sal e pimenta.
Numa frigideira anti-aderente leve o pato a corar, não necessita juntar gordura visto o pato ser uma ave que contém imensa gordura e com o processo de corar iremos retirar o excesso de gordura.
Num tacho junte a cebola e o alho picado, a folha de louro, o azeite e deixe alourar um pouco.
Depois do refogado pronto, junte o pato, o vinho, o tomate cortado em pedaços, a cenoura em rodelas grossas, a água e deixe cozer.
Quando o pato estiver cozido, junte o feijão e um pouco do caldo em que ele cozeu.
Deixe voltar a ferver e retifique os temperos, aproveitando para juntar um pouco de piripiri.


terça-feira, 2 de agosto de 2016

Bolo Cubano


Adquiri uma forma de bolo nova para a minha cozinha, como se não tivesse as necessárias... ahaha, por isso tive logo de fazer o teste da respectiva forma.


Ingredientes:

Bolo
400 g de açúcar
2,5 dl leite morno
150 g de manteiga
4 ovos
250 g de farinha
2 clh. sobremesa de fermento
1 clh. clhá de canela
125 g de coco

Cobertura
100 g açúcar
1 clh. sopa de manteiga
1 dl de leite
coco torrado q.b.


Preparação:

Numa frigideira, leve metade do açúcar (200g) ao lume até fazer caramelo, junte o leite e deixe ferver novamente até derreter completamente.

Numa tigela, bata o restante açúcar com a manteiga à temperatura ambiente e as gemas.

Junte depois os elementos secos (farinha, fermento em pó, canela, coco), intercalando com o leite de caramelo, por fim junta as claras batidas em castelo.
Levar ao forno pré-aquecido a 180º, em forma untada, aproximadamente cerca de 40 minutos, ou até verificar que está cozido.
Enquanto o bolo coze, prepare a cobertura, para isso deixe caramelizar o açúcar, sem queimar demasiado, juntando logo de seguida o leite quente, a manteiga e deixando depois derreter tudo.
Depois de desenformar o bolo e ele ter arrefecido, vaze a cobertura por cima do bolo, para enriquecer o bolo pode ainda polvilhar com coco torrado.

 

Papinha Doce Template by Ipietoon Cute Blog Design