quinta-feira, 26 de maio de 2016

Frango Agridoce com Massinhas


Antigamente em  Portugal era uso, por razões económicas ou de logística, levar a marmita para o trabalho, ficando mais tarde em desuso esta prática, para voltar a ser nos dias de hoje uma prática corrente, mas desta vez não só pelos motivos anteriores, mas também por motivos de uma alimentação mais saudável. Hoje em dia existem no mercado imensos tipos de lancheira, com um design moderno e com separadores para que se possam levar a refeição, acompanhado de fruta e sobremesa.
Nada melhor que uma refeição caseira preparada pela mamã, que o diga a minha filha que por vezes me pede para lhe preparar uma refeição caseira e leve para levar para a faculdade, onde hoje em dia os refeitórios estão munidos de vários micro ondas para os alunos utilizarem, irei então deixar aqui algumas sugestões na etiqueta "Homemade".

Ingredientes:

1 peito de frango
100 g massinha margaridas de legumes
molho agridoce q.b.
sal q.b.
margarina q.b.


Preparação:

Coza a massa num pouco de água temperada de sal.
Numa frigideira coloque um pedaço muito pequeno de margarina Vaqueiro e coloque o peito de frango cortado em pedaços e deixe cozinhar por breves minutos, depois junte o molho agridoce e retire do lume.
Coloque a massa cozida na lancheira e coloque por cima o frango agridoce.


segunda-feira, 23 de maio de 2016

Recheio de Ginja





Ingredientes:

1 frasco de ginja com calda
3 dl líquido da conserva da ginja
1 colh. café de canela
3 colh. sopa de Maisena
100 g de açúcar


Preparação:

Leve ao lume um tacho com a calda da ginga, a canela, o açúcar e a maisena diluída à parte com um pouco de água e deixe ferver, junte depois as ginjas.




sexta-feira, 20 de maio de 2016

Bolo Húmido de Leite Coco


Andei a dar uma arrumação na minha despensa e verifiquei que tinha leite condensado e leite de coco, quase a sair de validade, o que era um desperdício, pelo que procorei fazer algo em que usasse os dois ingredientes, saiu então da "despensa" este bolinho que por sinal era bastante guloso.


Ingredientes:

Bolo
5 ovos
250 g de açúcar
1 dl de leite
180 g de farinha
2 clh. chá de fermento pó

Calda
2 dl leite condensado
2 dl leite de coco
100 g coco ralado


Preparação:

Bate-se as gemas com o açúcar branco até ficar um creme branqueado. 
Junte o leite, a farinha com o fermento e por fim envolva as claras batidas em castelo.
Leve o bolo ao forno a 180º, em forma untada, cerca de 30 a 40 minutos.
Enquanto o bolo coze, junte o leite condensado, com o leite de coco e o coco ralado.
Depois do bolo cozido, retire do forno e sem o desenformar pique o bolo com um garfo e vaze por cima a calda de leites e coco de modo a o bolo absorver, reserve um pouco da calda.
Desenforme depois o bolo com cuidado e deite a restante calda por cima.



sexta-feira, 13 de maio de 2016

Cenoura à Algarvia


Cá em casa a minha filha e marido gostam muito de pickles e principalmente da cenoura, por isso lembrei-me de fazer estas cenouras e eles simplesmente adoraram, aliás até já faço conservas cá para casa e para a casa dos meus pais, é ótimo para acompanhar uma carne grelhada, um arroz branco, etc, ou mesmo como entrada.


Ingredientes:

400 g de cenoura
1 clh. sopa de oregãos
1 molho de salsa
4 dentes alho
3 clh sopa de azeite
1 dl vinagre branco
sal q.b.
pimenta q.b.
meia clh. sopa de colorau doce


Preparação:

Raspe as cenouraa, corte-as em rodelas e leve-as a cozer ao lume em água temperada com um pouco de sal, não as deixer cozer muito, depois escorra a água e deixe-as arrefecer.
À parte junta os alhos picados, o vinagre, o azeite, o colorau, a pimenta e a salsa picada.
Junte o preparado anterior às cenouras já frias.
Coloque o preparado num frasco e conserve no frio, depois de uma semana ainda ficam mais gostosas.
Estas cenouras servem como acompanhamento de carnes, ou mesmo como entrada.

Nota: Outra opção é em vez de utilizar oregãos juntar um pouco de erva-doce.



terça-feira, 10 de maio de 2016

Bolo de Aniversário QZ (2016)



O mês de Maio é abundante em aniversários e este ano chuva... hihihi, desta vez é o meu marido o aniversariante e como fiz à dias o bolo do meu pai em chocolate e tons verdes à Sporting, agora e como o clube do meu marido é o Benfica, optei por usar os tons vermelhos e brancos.
Posso confirmar que todos adoram e eu amo este recheio de ginja, é na realidade delicioso.


Ingredientes:

6 ovos
250 g de açúcar
80 g farinha batata
50 g farinha trigo
1 clh. chá fermento pó
recheio de ginja (a postar)
150 g de miolo de amêndoa laminada torrada
4 dl de natas
1 clh. sopa de açúcar
1 saqueta de açúcar baunilhado (8 g)


Preparação:

Numa tigela misture muito bem o açúcar com as gemas até obter um creme fofo.
Junte depois a farinha de batata, a farinha de trigo, o fermento em pó, e misture tudo.
Bata as claras em castelo muito bem e envolva no preparada anterior.
Unte uma forma com e verta o preparado anterior, leve ao forno já pré-aquecido a 180º, cerca de mais ou menos 20 minutos.
Enquanto o bolo coze, aproveite para batar as natas com 1 colh. sopa de açúcar, o açúcar baunilhado e use um fixador de natas ou folhas de gelatina , como preferir, para que o chatilly fica mais firme.
Depois de cozido, desenforme e deixe o bolo arrefecer, depois de frio corte-o de modo a ficar com partes, depois recheie as duas partes interiores com um pouco de chantilly e o recheio de ginja. Depois do bolo montado, barre-o com chantilly e decore-o com amêndoa laminada torrada e algumas ginjas do creme que deverá reservar no início da elaboração do bolo.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Bolo Aniversário Pai (2016)


Ontem quando cheguei a casa depois do trabalho, pus mãos à obra e fiz um bolo pequenino para oferecer ao meu pai no dia seguinte (4 Maio), é que ele completa hoje 76 anos, e não é todos os dias que se faz esta idade... com uns percalços pelo meio, mas tudo superado e hoje com saúde. Muitos Parabéns pai, que contes muitos mais com saúde!! Beijinho!!


Para a massa e creme do bolo usei esta receita aqui, a decoração foi feita com açúcar granulado, a representar o emblema do Sporting Clube de Portugal, que ele adorou e até teve pena de cortar a primeira fatia... hihihi

Para o ano à mais!!


quarta-feira, 27 de abril de 2016

Torta de Cenoura Escorrida



Nada melhor que para esquecer o "menos bom", ouvir uma canção interpretada magistralmente pela brasileira Maria Gadú... lindo, lindo... e amanhã é outro dia e tudo...

(...)
Tudo porque, só por causa do moreno
Que era grande, hoje é pequeno
(...)
Se uma flor desabrocha
E o sol queima
A montanha vai gelando
Lembra o cheiro da morena
(...)
No Rancho Fundo Letra de Ary Barroso





Ingredientes:

500 g cenoura
1 pau de canela
4 clh. sopa farinha
400 g açúcar
4 ovos inteiros
1 laranja raspa e sumo
1 clh. de chá de fermento em pó
1 gaze


Preparação:

Descasque as cenouras e coza-as num tacho com água e um pau de canela. 
Depois de cozidas, escorra-as, triture-as com a varinha mágica, forre um escorredor com uma gaze esterilizada e deite dentro a cenoura triturada e deixe-a ir escorrendo os sucos.
Entretanto bata os ovos inteiros com o açúcar muito bem.
Escorra o puré de cenoura mais firmemente apertando a gaze e depois deite então o puré da cenoura dentro do preparado anterior.
Junte depois....
Forre um tabuleiro quadrado (28x28 cm) com papel vegetal e unte-o de margarina, depois vaze o preparado anterior e leve a forno moderado a 180º cerca de 20 a 25 minutos.
Numa mesa coloque um pano, polvilhe-o com açúcar e desenfor-me a torta em cima dele, eu costumo enrolar logo de seguida com a torta ainda quente, à quem faça de outro modo.


sexta-feira, 22 de abril de 2016

Tarte de Amêndoa


Esta tarte ainda é mais saborosa passado uns dias, bem... ou então, era eu que estava mais gulosa nos dias seguintes, hihihi.


Ingredientes:

1 base de massa folhada
120 g de açúcar
4 ovos
80 g de manteiga
200 g de miolo de amêndoa moído


Preparação:

Numa tarteira coloque a massa folhada e pique-a com um garfo e reserve.
Junte o açúcar com os ovos inteiros e bata muito bem.
Adicione depois a margarina derretida, o miolo de amêndoa e envolva muito bem.
Vaze o preparado na tarteira e leve a forno a 180º, cerca de 30 minutos.


segunda-feira, 18 de abril de 2016

Bacalhau Frito de Cebolada


“Os meus romances no fundo são franceses, como eu sou em quase tudo um francês – exceto num certo fundo sincero de tristeza lírica, que é uma característica portuguesa, num gosto depravado pelo fadinho, e no justo amor do bacalhau de cebolada"
Carta endereçada por Eça de Queiroz, em 1884 ao seu amigo Oliveira Martins. (Queiroz 2008: 331)
Porta da Tapada
Vinho Tinto
Adega Cooperativa
Azueira - Mafra

Ingredientes:

3 postas de bacalhau demolhado
5 cebolas
3 tomates limpo de peles
4 dentes de alho
1 folha de louro
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
farinha q.b.
salsa a gosto
batatas, cortadas em rodelas

Preparação:

Com um papel absorvente enxugue as postas de bacalhau e passe-as por farinha, retirando o excesso.
Leva o bacalhau a fritar em azeite e no final escorra-as em papel absorvente.
Com um passador coa-se o azeite de fritar o bacalhau para a frigideira onde se vai preparar a cebolada, da seguinte forma: junta-se as cebolas cortadas às rodelas, o alho picado, o louro, o tomate, o azeite e tempera com um pouco de sal e pimenta, depois leva tudo a lume brando até a cebola ficar translúcida.
Numa travessa coloque o bacalhau frito ao centro, por cima do bacalhau a cebolada, a salsa picada e em redor as batatas fritas às rodelas.


quinta-feira, 14 de abril de 2016

Café Frizado de Limão



Hoje, 14 de Abril é o dia Internacional do Café

A bebida mais popular em todo o mundo, é o café, eu por mim não passo sem pelo menos uma chávena dele por dia. 
O café mais caro do mundo é produzido na Indonésia e Filipinas pelo civeta, não "civeta" não é o nome de uma empresa... civeta é um pequeno mamífero que se alimenta de grãos de café maduros, o seu sistema digestivo aproveita apenas a polpa dos grãos e expele pelas fezes os grãos cheios de nutrientes, depois disso é feito um processo de limpeza antes que os grãos sejam torrados. Como um civeta apenas consegue digerir cerca de 25 grãos por dia e o processo de digestão é demorado, o ritmo de produção é muito lento, o que torna o preço do café muito caro, não acessível a qualquer pessoa.
Estes animais são explorados e tratados com crueldade em jaulas muito pequenas, ao mesmo tempo que os alimentam compulsivamente para a produção aumentar, pois é... infelizmente mais uma vez o dinheiro fala mais alto.

 A bebida da minha autoria que vos apresento não foi preparada com café civeta, mas sim com um simples mas saboroso café Delta.




Ingredientes:

1 limão
1 água Frize limão
1 café expresso de máquina
gelo, a gosto


Preparação:

Num copo bem frio, deite uma rodela de limão, cubos de gelo e água Frize de limão, depois tire um café expresso e vaze de uma só vez no copo. Nada mais simples, depois é só deliciar-se num dia de calor com esta bebida bem fresca.


Foto do civeta, retirada de: http://www.tocadacotia.com/
http://greensavers.sapo.pt/2013/11/16/cafe-mais-caro-do-mundo-banido-do-menu-de-tres-hoteis-de-luxo-por-crueldade-animal/
 

Papinha Doce Template by Ipietoon Cute Blog Design